Bayonetta na EVO e o fim do S4 competitivo

Já começo o texto avisando que eu vou dar rage em vários parágrafos. Abaixo segue uma coletânea de pensamentos sobre o acontecido nas finais de Smash 4 da EVO que aconteceram no sábado, se você não é familiar com Smash competitivo eu sugiro ignorar esse texto.

Faltam 5 meses para a chegada de Super Smash Bros. Ultimate, o que para 99% da comunidade competitiva isso significa o fim do Smash 4, um jogo cheio de altos e baixos marcado por jank plays e especialmente nos dois últimos anos pela presença dela, Bayonetta, a vencedora do Fighter Ballot é o personagem mais odiado do jogo por ser a top tier (posto já tido por Diddy Kong, Sheik, Zero Suit Samus…) e por ganhar partidas de uma forma que muitos consideram injusta. E já de cara eu digo que isso é lorota, porque o metagame de Smash 4 revolveu muito em KOs verticais que é inclusive o que fez os personagens acima citados serem top tiers, quanto mais fácil era pra esse personagem matar para cima, mandar o cara para o teto do estágio, mais alto na tier list esse personagem vai ficar, o que fazia a Bayonetta ser diferente do resto? Muitos falam em witch time, em ser punido por se aproximar atacando, mas até aí qualquer personagem castiga aproximação ruim se ele tiver um golpe eficiente para tal, witch time seria obsoleto se a Bayonetta não tivesse o conjunto de ataques que tem e é difícil usá-lo direito contra campers. Só que aí tem outra questão, Bayonetta como um todo é um personagem DIFÍCIL! Muito difícil, talvez o segundo mais difícil do jogo ficando atrás do Ryu, se insistirem que Bayonetta é fácil eu me recuso a discutir na hora, essa idéia surgiu logo que a personagem foi lançada onde jogadores em menos de um dia estavam demonstrando o estrago dos combos dela mas curiosamente todo mundo que espalha esse equívoco sequer joga com o boneco, então essas pessoas devem ter perdido bastante contra usuários de Bayonetta, certo?

Agora é a parte que me deixa estressado de verdade, odiar Bayonetta se tornou uma moda tão grande que toda minha vontade de jogar com o personagem foi pro lixo, e o pior é que esse ódio não parava de crescer, todo o esforço de un jogador como o Salem, primeiro player de Bayonetta a ganhar um major, que curiosamente foi a EVO 2017 (e quem me viu no Twitter naquele dia sabe o quanto eu tava torcendo) parecia não significar nada só porque era a Bayonetta, podia ser qualquer personagem lá contra o adversário, se fosse Bayonetta era certo que a torcida seria contra. Até que em 2018, poucos dias atrás, chegamos ao ápice:

Eu não quero falar sobre o stall que os jogadores fizeram porque eu assisti à partida e logo depois eu estava querendo desver, o foco é a reação da platéia. Não consigo lembrar de nenhuma partida em nenhum outro Smash onde tanto veneno foi destilado. Essa reação me fez reconsiderar muitos pensamentos que eu tinha sobre a comunidade abrangendo todos os jogos, como o porquê de Melee continuar a ser o Smash mais popular até hoje, Melee não tem uma comunidade tão tóxica e mimada como a de Smash 4 ou mesmo a de Brawl, que era recheado de problemas e foi abandonado logo que Smash 4 chegou, a comunidade de Melee não passava horas reclamando de personagem X se sobressair entre os demais, os jogadores pensam somente em serem bons, em superarem os adversários, e isso é simplesmente fascinante para quem assiste, Melee tem muito a imagem de ser um jogo baseado em jogadores mais do que em personagens, e diferente do que muitos conhecidos meus pensam, eu consigo entender por que eles querem tanto que cada Smash novo se pareça mais com Melee.
Agora por que eu falei lá em cima se todos esses haters já perderam para Bayonetta para assumir tanto ódio? Eu tenho o mindset de que seu ódio por um personagem de Smash só se justifica se você perde frequentemente para ele, se o personagem te causa tantos problemas a ponto de você desenvolver algum bloqueio mental contra ele. Meu personagem mais odiado é a Rosalina, acho que todo mundo sabe disso, Rosalina é a culpada pelos meus piores momentos como jogador competitivo de Smash, então como eu espero que todo mundo pense, as chances de eu concordar com as asneiras que falam sobre Bayo quando existe a Rosalina no jogo é praticamente zero! Eu vou além e falo que a Rosalina é muito pior, muito dependente de jogo passivo, um estilo de jogo que sempre foi muito estressante de enfrentar enquanto em troca tinha a Bayonetta, uma personagem que eu já tinha ficado feliz antes pela entrada de um personagem da Platinum Games que merecia muito ter uma representação no jogo, e que tinha uma gameplay que eu achava muito prazerosa, ela devorava o jogo passivo, era focada em combos, não tinha escrúpulos diante de adversários que só rolavam… até acho que talvez seja isso que fez o personagem ser tão odiado, em um jogo como Smash 4 onde jogar de forma passiva era mais recompensador que jogar de forma ativa, uma personagem que inverte essas prioridades soa chocante mesmo. Mas de novo, o que a Bayonetta faz não é diferente do que mais da metade do conjunto de personagens faz e que praticamente foi o metagame do Smash 4 durante todo esse tempo, KOs para cima.

O que o fim do Smash 4 em uma nota tão negativa significa pra mim? Medo! Medo de que o jogo se vá sem levar junto toda a infantilidade que ele causou na comunidade, medo de que os jogadores do Ultimate possam ser tão mimados quanto, medo de ver gente fazendo reclamações baseadas em expectativas estrupícias, é realmente preocupante ainda mais que Smash Ultimate esteja agradando muitos jogadores de todos os Smashes e até jogadores vindos de outros jogos de luta.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s