Respeitem o Terry Bogard em Smash Bros.

Se você não conhece essa verdadeira lenda dos jogos de luta, se você perdeu mais tempo ovacionando uma insignificante roupa de Mii Gunner do que um verdadeiro novo lutador, se você mal sabe que empresa é a SNK ou os jogos que ela já produziu, se você sabe o que uma cambada de fanboys está aprontando no Reddit e no 4chan neste momento, este texto é sob medida para você! Continuar a ler

Anúncios

Jogos e política se misturam tão bem… só que não.

Chegou o dia em que eu trago política para este blog, coisa que eu relutei MUITO em fazer desde que eu comecei a redatar artigos, primeiro porque outros sites de games já faziam e ainda fazem isso, como se games e política andassem juntos não importa o que, segundo porque eu ODEIO discutir política, já odiava antigamente e nos tempos que vivemos hoje discutir ficou ainda pior, onde os dois extremos do eixo político brasileiro se odeiam como inimigos de morte e um quer exterminar o outro custe o que custar pegando as pessoas de centro na batalha, assim como todas as vezes que falei de política no meu Twitter foi em resposta à coisas muito burras e desinformação.

Continuar a ler

Joguinhos são tão bons para o ego machista. Volume 2

Aquele momento que você acha que não precisa mais escrever sobre um assunto que você odeia por achar que reverberar tweets, posts do Face e vídeos do YT já são o suficiente para esclarecer seu ponto de vista sobre determinado assunto, mas esse teve que vir em caráter extraordinário em razão de toda a baixaria que se desenrolou desde o princípio.

Continuar a ler

Joguinhos são tão bons para o ego machista

No novo jogo Mortal Kombat 11, a mais nova geração de uma franquia clássica, temos muitas personagens femininas que vão das velhas conhecidas Sonya, Kitana e Mileena à novatas como a Cassie, todas retratadas como lutadoras, especialistas em dar porrada nos adversários e munidas com seus próprios estilos para que assim sejam escolhidas pelos jogadores, certo? Continuar a ler

Uma dose caprichada de sal, por favor!

Antes de começar o texto, feliz 2019 à todos, espero fazer desse um ano melhor do que o passado para este humilde blog, agradeço seu apoio e sua leitura.

Você sabe perder? Você sabe encarar a derrota como algo que te fortalece? Quando você está em uma situação de competição você pensa obsessivamente em ganhar? Eu já escrevi um texto antes sobre o que eu penso da derrota, você pode conferí-lo no link acima, o foco da vez é sobre a reação das pessoas ao seu redor diante da sua frustração.

Continuar a ler